Ambientes de Desenvolvimento Livres

Komodo EditorNa minha presente condição de aprendiz e curioso, e sendo usuário de Linux, resolvi procurar alguns ambientes de desenvolvimento integrado (IDE) livres, que me permitissem por em prática o conteúdo dos exercícios que tenho estudado.

Encontrei 5 opções acessíveis para os usuários, sendo várias delas multi-plataforma. A seguir farei um breve comentário sobre cada uma destas ferramentas, sem grandes pretensões. As opiniões são todas pessoais, baseadas apenas na minha curiosidade de iniciante, portanto, é possível que não tenha ressaltado características importantes dos softwares. Sinta-se à vontade para contribuir com comentários!

Com exeção do Bluefish e do Komodo, as versões descritas são as mesmas encontradas nos repositórios do Ubuntu 9.04 – Jaunty Jackalope.

Acessórios > Pogramação
Várias opções livres!

Bluefish Editor 2.0.0

http://bluefish.openoffice.nl/

Testei ambas as versões 1.0 – “old stable“, disponível nos repositórios do Ubuntu – e a última versão estável 2.0 – adicionando novos repositórios aos meus canais de software. Para saber mais clique aqui.

Bluefish Editor 2.0.0

O Bluefish é um editor descomplicado, leve, e nesta versão, mais poderoso. Foi implementado o recurso de autocompletar, com o diferencial de mostrar um painel com a descrição do comando selecionado.

Função autocompletar

Além de destacar a linha atual, quando selecionado algum nó, destaca também seu início e fim. A Barra HTML, pode ser muito útil para agilizar o processo, disponibilizando vários botões que escrevem linhas de código baseadas em informações dadas pelo usuário – os chamados Snippets. Nesta versão seu navegador de arquivos foi remodelado, tornando-o mais prático.

Início e fim de um nó destacados.

Para instalar a versão 1.0 no Ubuntu via terminal:

sudo apt-get install bluefish

Para instalar a versão 2.0.0 leia as instruções neste link.

Geany 0.18

http://www.geany.org/

O Geany é um dos editores mais simples que encontrei. Se você procura um editor muito leve e “limpo“, esta pode ser uma boa opção. Mas isso não quer dizer que ele não possa ser eficiente! A Barra Lateral, lhe permite manter um bom controle do código de seu projeto, e dos arquivos manipulados. Na Barra de Ferramentas é possível pular para uma linha específica, pesquisar palavras-chave, inserir cor hexadecimal através de um diálogo, e compilar o projeto, dependendo da linguagem. Infelizmente o Geany não completa o código automaticamente, mas possui um gerenciador de plugins, através do menu Ferramentas. Talvez o foco principal do Geany não seja o web design, mas nada o impede de usá-lo para este fim.

Geany 0.18

Para instalá-lo no Ubuntu via terminal:

sudo apt-get install geany

Komodo Edit 5

http://www.activestate.com/komodo_edit/

O Komodo é um editor com interface simples, porém muito bem acabada. É a versão da comunidade do Komodo IDE, que é bem mais completo. Entre seus recursos se encontra a possibilidade de autocompletar e contrair código, destacar o começo e o final de tags, e inserir snipplets de código.

É necessário compilar os arquivos, para instalá-lo. Baixe o editor aqui, e extraia seu conteúdo. Depois, via terminal, digite os seguintes comandos:

cd <local de extração dos arquivos>
sudo sh install.sh

Depois siga as instruções na tela.

Dica: eu o instalei sob o diretório: ~/.bin/KomodoEdit5

KompoZer 0.8b1

http://kompozer.net/

KompoZer 0.8b1

O Kompozer é um pouco diferente dos demais editores que abordei neste artigo, pois trás a opção de editar páginas em modo visual – o chamado WYSIWYG (What You See Is What You Get). Possui pouquíssimos recursos para edição do código em sí, mas é muito útil para editar páginas no estilo “Front Page“. Algo que me deixou curioso, é a forma como este editor utiliza a identação de código no modo “split” (área de trabalho dividida em visualização e código), e não no modo de visualização de código.

Modo de Código

Para instalá-lo no Ubuntu, via terminal:

sudo apt-get install kompozer

Quanta Plus 3.5.10

http://quanta.kdewebdev.org/

Não cheguei a me aprofundar no Quanta, mas posso dizer que é um editor bem completo. Possui recursos para autocompletar sintaxe, contrair trechos de código, inserir tags através da barra de ferramentas, além de ter facilitar o controle do código e dos arquivos do projeto na barra lateral.

Seu Editor de Atributos é uma ferramenta muito interessante, especialmente para iniciantes que ainda não têm grande conhecimento da linguagem de programação. E ainda há muito mais para ser explorado!

Dica: O Quanta Plus não mostra a contagem de linhas por padrão. Para vê-la utilize o atalho F11.

Para instalá-lo no Ubuntu, via terminal:

sudo apt-get install quanta

Para finalizar, deixo uma tabela comparativa, das funções em comum dos editores.

Até a próxima!

IDEs Livres
Anúncios
Ambientes de Desenvolvimento Livres

Um comentário sobre “Ambientes de Desenvolvimento Livres

  1. Hello there my friend! I wish to express that this particular blog post is actually awesome, nice published including almost all major infos. I wish to discover much more content this way .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s